Amamentação ajuda no desenvolvimento da face do bebê, diz especialista


O oitavo mês do ano simboliza o incentivo à amamentação e é conhecido como Agosto Dourado. Além de proporcionar todos os anticorpos que o bebê precisa de forma exclusiva até os seis meses, o ato de amamentar também é importante para o desenvolvimento, exercício da musculatura bucalalém e crescimento adequado do complexo craniofacial.


"A sucção da mama possibilita melhor desenvolvimento da face, melhor posicionamento dos dentes (correta oclusão), contribuindo para o exercício das funções de deglutição, respiração, mastigação e fala", explica o dentista Paulo Eduardo Espinosa.


Mas, não é só isso: a amamentação ajuda a fortalecer os dentes, por conter nutrientes importantes, e ainda diminui os riscos de cáries, por atrasar a introdução de alimentos com açúcar.


Isso não quer dizer que o bebê está imune: é preciso higienizar a gengivas e língua com gaze ou pano úmido limpo após cada mamada. "O leite materno tem um potencial menor de trazer cáries, mas ainda pode causá-las", explicou o especialista.


O ato de amamentar também diminui a possibilidade de aparecimento de hábitos de sucção nocivos - como chupar dedo, chupeta e mamadeira. Isto porque, se por um lado a sucção natural do leite materno tem ação benéfica para a arcada dentária, as chupetas têm o efeito inverso.

"A musculatura orofacial trabalhada durante o uso da chupeta altera a tonicidade, força e funcionalidade do sistema muscular e, como consequência, os ossos da face se desenvolvem menos ou de maneira inadequada, causando alterações no perfil, na oclusão (mordida), na respiração, fala e dentição. Além disso, os bicos de chupetas e mamadeiras não se modificam e não atendem às singularidades anatômicas da boca de cada bebê ou às mudanças geradas de acordo com o crescimento orofacial", explica Espinosa.

Veja quais são os cuidados necessários com os primeiros dentinhos


A primeira visita ao dentista deve ser feita assim que os dentes de leite começarem a nascer. "O dentista vai examinar o bebê e orientar a mãe quanto à saúde bucal, alimentação e higiene oral, além de indicar o uso da primeira escova de dentes", conta o especialista.


Nos primeiros meses de vida, a higienização deve ser feita com pano limpo ou gaze e água filtrada. Após a introdução alimentar, a melhor solução é uma dedeira de silicone, que consegue limpar com mais precisão.


Logo ao nascer os primeiros dentes, é importante utilizar escovas adequadas para a idade e creme dental sem flúor até a criança aprender a cuspir, pois a ingestão de grande quantidade de flúor pode trazer problemas para a saúde.

Fonte: Folha Vitória

2 visualizações0 comentário