top of page

4 em cada 10 jovens não sabem onde está o clitóris de uma mulher, revela novo estudo; entenda



Cerca de 4 em cada 10 jovens não sabem onde está o clitóris de uma mulher. Pesquisadores da Universidade da Flórida, nos EUA, perguntaram a homens de 18 a 24 anos sobre a compreensão da genitália feminina, bem como suas preferências sexuais. Os resultados mostraram que quase metade dos homens tem informações extremamente imprecisas sobre a anatomia feminina.


O novo estudo, publicado na revista Archives of Sexual Behavior, matriculou 193 homens heterossexuais em um curso introdutório de psicologia na universidade. Os cientistas estavam interessados nas atitudes dos jovens homens em relação aos diferentes métodos usados pelas mulheres para atingir o orgasmo — através de relações sexuais, métodos orais ou manuais, ou usando um brinquedo sexual.


Os resultados mostraram que metade dos homens não sabia que a maioria das mulheres não tem orgasmo durante a relação sexual, o que é um fenômeno bem conhecido explicado pelo fato de o clitóris — as fibras nervosas altamente sensíveis que provocam prazer — estar fora do corpo. E um terço deles não sabia que o clitóris não é estimulado diretamente durante o sexo com penetração.


Cerca de 40% disseram incorretamente que o clitóris estava na parede frontal do canal vaginal, enquanto 28% disseram que “não sabiam” o lugar exato.


Os homens que demonstraram uma compressão do lugar onde o clitóris se encontra eram mais propensos a dizer que experimentavam prazer quando a parceira tinha um orgasmo durante as preliminares. E tinham uma sensação de “realização” quando uma parceira atingia o orgasmo durante o sexo com penetração.


“Parece, portanto, que os homens se sentem mais masculinos quando dão à sua parceira um orgasmo usando seu próprio corpo (isto é, as mãos, a boca ou o pênis) do que usando um objeto externo (isto é, um vibrador), com o próprio corpo”, afirmam os pesquisadores. “Em contraste, ao usar um vibrador, um homem com um nível de conhecimento igualmente elevado pode não se sentir tão masculino porque pode não se sentir tão instrumental em provocar o orgasmo dela”.


Fonte: O Globo

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page