2021 chegou: aprenda a melhor forma de planejar a sua saúde



Um novo ano começou e, com ele, as metas para cuidar melhor da saúde física, mental e emocional. Há quem coloque como prioridade a prática de exercícios físicos ou o hábito de uma alimentação mais nutritiva, mas é a junção de diversas frentes que vai colaborar para a melhora da qualidade de vida a longo prazo. Pensar em um planejamento junto a profissionais qualificados pode fazer toda a diferença para o bem-estar, a prevenção de doenças e a promoção da saúde.


Para ter um planejamento bem estruturado, é essencial ter um Médico de Referência, que é um profissional com formação em Medicina de Família e Comunidade, ou uma equipe de saúde de referência. São eles que irão conhecer você e sua família, terão em mãos o seu histórico e informações do prontuário, e coordenarão o cuidado por toda a vida, garantindo o acesso e o cumprimento integral de todas as necessidades.

Com relação a periodicidade de visitas ao consultório, é indicado ao menos uma consulta médica por ano, podendo variar conforme a fase da vida. “Pacientes crônicos, como aqueles portadores de hipertensão arterial e diabetes, devem realizar o acompanhamento semestral, desde que não tenham intercorrências. Crianças de até 12 meses devem ter acompanhamento mensal, assim como gestantes, que precisam de um monitoramento mais próximo”, explicou o Doutor Jonathan Stockli de Vasconcelos, Médico de Família da Nossa Saúde.

Além de estar em dia com consultas e exames, ser protagonista da própria vida é também ser o agente transformador nas ações que envolvem mudanças para potencializar os cuidados.


Assim, manter uma vida saudável é ir além, como orienta o Dr. Vasconcelos: “É se dedicar a si mesmo todos os dias com regularidade, escutar as demandas do seu corpo, ter hábitos saudáveis - como cuidados com a alimentação, fazer atividades físicas regulares e programadas, ter cuidados com o sono e reservar um tempo para atividades de lazer - partilhar momentos com amigos e familiares, desenvolver atividades comunitárias e exercitar o autoconhecimento e o autocuidado”, conta. Quem reforça a importância do equilíbrio entre corpo, mente e emoção, é a Coordenadora do Núcleo de Medicina Integrativa da Nossa Saúde, Daniela Artico, que é pós-graduada na área e Mestre Reiki. Para ela, é essencial reconhecer aquilo que estamos sentindo, já que a nomeação de episódios como raiva, medo, tristeza, nojo e alegria - as cinco emoções universais, conforme o psicólogo Paul Ekman - trazem maior entendimento e, consequentemente, ajudam na hora de lidar com gatilhos emocionais. Outra dica é investir tempo naquilo que faz você se sentir bem. “Atividades que estimulam a conexão do corpo e da mente, como é o caso de artes marciais, yoga, ou os prazeres que a arte nos proporciona, como cantar, pintar, dançar, enfim, apostar em tudo aquilo que nos promove bem-estar”, incentiva Daniela. “A espiritualidade, independentemente da religião, pode ser um caminho para se relacionar com o que nos transcende, que nos eleva a sentimentos mais sublimes como a gratidão, o perdão e a esperança, que fortalecem nossos pilares internos, proporcionando uma vida mais leve e consequentemente saudável mental e fisicamente”, acrescentou ainda a profissional. Aproveite o início do ano para se programar, começar novas rotinas e viver mais saudável e feliz.

Jonathan Stockli de Vasconcelos

Especialidade: Médico de Família e Comunidade CRM-PR: 37430 | RQE: 24780

Daniela Artico

Coordenadora do Núcleo de Medicina Integrativa da Nossa Saúde Pós-graduada em Medicina Integrativa e em Gestão Emocional nas Organizações, Professora de Cultivating Emotional Balance, tem extensão Universitária em aplicação da Espiritualidade na Promoção da Saúde, é Mestre Reiki e advogada.


Fonte: G1

2 visualizações0 comentário

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Instagram