É normal ter língua branca? Conheça causas e tratamento



É a partir da língua que conseguimos nos comunicar com clareza e sentir a explosão de sabores dos alimentos a cada refeição. A aparência dela nos dá pistas importantes sobre a nossa saúde.


A coloração esbranquiçada pode estar relacionada ao acúmulo de placa bacteriana e de micro-organismos, a doenças autoimunes, ao uso de medicamentos e, até mesmo, surgir como resultado de um jejum prolongado.


O cirurgião dentista Paulo Zahr, fundador da OdontoCompany, afirma que o primeiro passo para solucionar o problema é identificar a causa.


Má higiene bucal


Uma das causas mais comuns para que a língua fique branca é a higiene inadequada. Quando isso ocorre, as bactérias se alimentam dos restos de comida acumulados por ali após as refeições.


O mau hálito vem logo em seguida, como resultado da multiplicação dessas bactérias. A situação pode levar à formação de placas nos dentes, cáries e doenças na gengiva.


Para esses casos, Zahr indica a inclusão do raspador de língua na rotina de higiene bucal. Ele deve ser usado após o fio dental e antes da escovação dos dentes para que o creme dental não dificulte a remoção da saburra lingual.

“Trata-se de uma ferramenta manual, que atua na retirada da saburra, que é a massa composta de células descamadas da boca, bactérias, muco da saliva e restos alimentares presentes na superfície da língua”, explica o especialista.

Fungos ou de doenças autoimunes


Nas situações em que a língua branca é decorrente de fungos ou de doenças autoimunes, como o líquen plano, é necessário fazer tratamento com medicamentos devidamente indicados pelo dentista.

O líquen plano é uma doença que provoca a inflamação do interior da boca, causando manchas brancas na língua, no interior das bochechas e pequenas feridas semelhantes a aftas. Ainda é comum sentir ardência na boca e sensibilidade excessiva para comida quente, picante ou ácida.


Inflamação do estômago


Alterações estomacais, como a gastrite, também podem causar o problema. Na maioria das vezes, a gastrite está relacionada com uma infecção bacteriana, apresentando sintomas como dor e sensação de queimação no estômago, náuseas e vômitos. (Com informações do portal Tua Saúde)


Fonte: Metrópoles

5 visualizações0 comentário